Berlim: Meus Favoritos

quinta-feira, junho 22, 2017



Berlim foi a primeira cidade europeia que eu conheci. Não sei se foi o encanto de marinheiro de primeira viagem, a pegada industrial ou as feirinhas de natal (rimou hiihihih), mas ela se tornou muito especial e queria muito poder curtir a cidade novamente bebendo, comendo e tentando deixar deixando o rolê pesado do holocausto e da guerra fria de lado. Acho que andamos cerca de 25km por dia! Deu pra tomar muito café, comer bem e rolou até uma baladinha. Esses foram nossos lugares favoritos e se Berlim estiver nos seus planos, vale a pena conferir! (o link clicável de cada lugar está no título)


Ambiente clean, apesar da loira enorme na parede, plantinhas e um banheiro sem espelho. Esse café não estava na nosso caminho, o Rudy já conhecia e disse que valeria o cappuccino. Olha essa xícara turquesa! A barista super simpática nos indicou o próximo café da lista.





Especializados na torrefação do café, o Bonanza sem dúvida nos serviu um cappuccino inesquecível. Nessa época eu pouco entendia sobre café, mas hoje eu sei que aquela xícara que levava zero gramas de açúcar e mesmo assim era doce, nada mais era que o melhor do café da fazenda até aquele instante. Eles ficam escondidos atrás de uma mini fazendinha, siga o cheiro da torra! Vai valer muito a pena, mas o atendimento ainda precisa de um sorrisin!


  
Além de vender grãos de café de diversos lugares, eles servem tortas e bolos lindos! Foi difícil escolher um só. Tomamos café da manhã por lá e fiquei encantada com o lugar. Dava pra passar horas observando os detalhes da decoração. Não se assuste com o manequim do banheiro!




Não é só de café que vive o homem, não é mesmo? A gente também curte fazer carinho no estômago com comidinhas delícia. O Neni fica no topo do hotel 25hours Bikini Berlin. Você pega o elevador do hall de entrada (que por sinal é maravilhoso) e ele te leva diretamente para o último andar. Eu achava que o restaurante fosse ser super caro, mas no final das contas almoçamos por cerca de 15 euros cada. Somos super econômicos. Pedimos esse hummus com carne, uns petisquinhos, batata doce frita e água com gás. Gente, mesmo que você não coma lá, vai tomar um drink ou vai fazer um xixi na última cabine do banheiro! A vista é maravilhosa!

Em 2012 combinei de encontrar uma amiga alemã nesse bar. Ela não pôde ir de última hora, mas pelo menos eu conheci esse bar aconchegante. Dessa vez e não estava sozinha e foi melhor ainda! A luz é super baixinha, tocou XX a noite toda. A cerveja estava gelada, a poltrona hiper confortável e o papo com o Rudy melhor ainda.












Haus Am See
Sobrou perna até pra baladinha. Nada muito pesado. Um barzinho com uma arquibancada, uma pista de dança que pode ou não estar aberta, mas a música não deixou a desejar. Se você gosta de indie, vai adorar. Não rolou foto na balada, mas nem precisa, né?!





You Might Also Like

2 comentários

  1. Amei as dicas, Carol. Você sempre fala com tanto carinho de Berlim!

    ResponderExcluir
  2. Amo Berlim, sou louca por essa cidade. Adorei as dicas, e sinto cheiro de uma super barista no ar heim hahaha...

    ResponderExcluir

Rutger no YouTube